Bolsonaro declara:Chegamos no limite . . .

STF: Está legislando e Governando no lugar do presidente.

Por Redação 03/05/2020 - 17:25 hs
Foto: Sérgio Lima
Bolsonaro declara:Chegamos no limite . . .
Manifestação Brasilia

Em meio a uma crise institucional, em que o STF "legislou" , aplicou censura , interferiu diretamente em decisões, que são atribuições constitucionais exclusivas do presidente da República, multidões deciram comparecer em Brasília-DF e demonstrar de maneira pacífica seu apoio ao Presidente Bolsonaro.

Milhares de carros e pessoas, se levantaram para protestar contra o STF, O Congresso Nacional e a Favor da Constituição federal e do Presidente da República.

Houve sim um triste incidente em que o fotografo do Estadão Dida Sampaio, foi expulso por manifestantes, que reclamavam do fato de que as fotos tiradas por ele, eram divulgadas fora de contexto, fato que não justifica a violência verbal ou física.

Todavia diante de uma clamor social tão grande, as manifestações foram ''Sufocadas" jornalísiticamente, já que os grandes veículos de comunicação se ativeram as pequenas coisas adversas e não registraram o grito das ruas, que em sua esmagadora maioria, se comportou de forma pacífica e apenas exigiu que a Constituição deixasse de ser agredida e interpretada ao bel-prazer de quem só deve cumprir cegamente a mesma.

O Presidente Jair Bolsonaro, que se supreendeu com a manifestação, declarou:

Chegamos no limite, não tem mais conversa, faremos cumprir a constituição...

Dentro do próprio judiciário existe, um clamor dos magistrados para que o STF a exemplo do que aconteceu nas sentenças de Elias Maluco ( Asssassino de Tim Lopes), no caso da transformação de contravenções em crime , (Sem passar pelo legislativo), e outros casos, o Supremo se atenha a seu papel constitucional e que o CNJ que tem uma visão ideológica, (punindo Juízes sumariamente)seja colocado em seu devido lugar constitucional.

A manifestação precisa ser vista, com um olhar técnico que analisa consequências a médio e longo prazo.

Por mais que existam extremistas nestas manifestações, a grande maioria quer a moralização do STF e do Congresso.A grande imprensa e outras forças  estão dividindo o país, se esquecendo que as consequências do que anuirmos hoje, serão colhidas por "todos" nós e nossos filhos.

A pior ditadura é a ditadura do Poder Judiciário. Contra ela, não há a quem recorrer

Rui Barbosa