Manobra de alguns vereadores, mantêm José Luiz no poder.

Relatório de Julio do Kaikan "Recomenda Impeachment do Prefeito José Luiz Monteiro

Por Redação 25/09/2020 - 09:04 hs
Foto: Nat
Manobra de alguns vereadores, mantêm José Luiz no poder.
Câmara Municipal de Arujá


A câmara Municipal de Arujá, votou  o relatório da comissão processante que tratava do impeachment do Prefeito de Arujá e seu Vice.

O relatório de Júlio do Kaikan, recomendou a cassação do Prefeito José Luiz Monteiro e de seu Vice Marcio de Oliveira.

Em seu discurso antes de apresentar o relatório o vereador Júlio do Kaikan, afirmou que foi uma árdua missão e revelou que sofreu muitas pressões e de todos os lados, mas recomendou a cassação por ter "Segundo ele"  identificado clara quebra de decoro.

O Júlio que é engenheiro e está em seu segundo  mandato de vereador, pleiteando o cargo de prefeito, fez um relatório detalhado e manteve a imparcialidade que se esperava e concluiu o relatório justificando o porquê recomendava a cassação.

 Abstinências de alguns vereadores, mantiveram José Luiz no poder.

Com as abstinências  dos veredores Abelzinho,Gabriel dos Santos, Professor Edval,Pastor Edmar,Reynaldinho e as ausências do suplente Diviney da Silva e do Vereador Marcelo de oliveira o Prefeito José Luiz Monteiro e seu vice não foram cassados.


Vereadores que votaram pela cassação, se indignaram com os demais.


Os Vereadores Júlio do Kaikan, Castelo Alemão, Rafael Laranjeira, Paraíba, Ana  Poli e Cris, votaram pela cassação e demonstraram indignação com a manobra de abstenções que manteve o Prefeito José Luiz no comando da prefeitura.                    O vereador Caroba não pôde votar, por ter sido o autor do pedido.


                  Indignação da população nas redes sociais.


As redes sociais da cidade, amanheceram com várias manifestações de indignação com os vereadores que abstiveram e com isso mantiveram o prefeito e seu vice no poder.

Foram manifestações em vários grupos e de muitas pessoas, públicas e anônimas.

Alguns pedidndo a resposta da cidade, nas URNAS...